terça-feira, 6 de setembro de 2011

Em outras palavras...eu amo-te!

Hoje quando acordou o M. disse logo qe não lhe "apetecia muito ir á escola".
Acabou por ir, conformado com o facto das férias e dos dias passados no ninho terem chegado ao fim.
Ao chegarmos á sala deparamos com várias crianças desesperadas, lavadas em lágrimas e alguns pais de coração em cacos.
Perante tal cenário, M. desatou a chorar agarrado a mim.
Disse-lhe ao ouvido para se lembrar que tinha o coração cheio de beijinhos dentro do bolso da bata, e apesar de ter imediatamente colocado a mão no bolso continuou a chorar....
Custa tanto...
Eu sei que há muitos pais que acham que sofrer por os filhos ficarem a chorar na escola é uma patetice pegada. Dizem com ar de doutores: "passados uns minutos eles ficam bem"..é verdade.
Sei que a educadora é optima e têm amigos com quem brincar...é verdade.
Sei isso tudo, porque além de mãe sou também educadora, mas doi!

4 comentários:

  1. É mesmo verdade que os nossos corações ficam despedaçados vendo os nossos pequeninos a chorar porque preferem ficar conosco a todo o resto do mundo...
    Tento pensar no bem que lhe faz conviver e conhecer outras realidades e rotinas que em casa não seria tão rica e possivel como o é em estabelecimentos de ensino...
    Pelo menos espero que esta separação seja sempre mais positiva do que negativa...
    Agora que o coração fica minúsculo... é impossivel controlar...
    Força! Para ti, para mim e para todos os pais que precisam! :-)

    ResponderEliminar
  2. Mummy Lu:com 4 meses será mais dificil para si do que para ela, claro que os bebés sentem mas nesta primeira fase não destinguem os estranhos da mesma forma que uma criança com 8 meses ou 1 ano...aproveite!

    Lua: força...formaremos o clube dos "Pais de coração despedaçado" :)

    ResponderEliminar
  3. que disparate... como é que aos 4 meses um bebé não distingue os estranhos?!

    ResponderEliminar
  4. Anónimo eu não disse que um bebé não distingue os estranhos, disse que não os distingue da mesma maneira que um bebé mais velho!
    É exactamente aos 4 meses que a criança começa a distinguir os estranhos : "O bebé vocaliza espontaneamente, sobretudo quando está em relação. A partir dos 4 meses, começa a imitar alguns sons que ouve à sua volta. Inclusive, passa a ser capaz de distinguir pessoas conhecidas de estranhos, o que influencia a forma como se relaciona com elas, tendo reacções diferenciadas consoante a pessoa com quem interage."

    Para futuras criticas identifique-se, serão sempre acolhidas com todo o gosto!

    ResponderEliminar

Jogo da pesca - brincadeira de coordenação motora com água

O tempo pede água, e na falta de um espaço exterior com piscina inventam-se jogos que permitam os miúdos salpicarem o tudo à sua volta....