sexta-feira, 29 de abril de 2016

3ª gravidez...not soo happy!




Queria imenso escrever posts cor de rosa, a descrever as enumeras alegrias por me encontrar em estado de graça, mas a minha 3ª gravidez não está a ser pêra doce.
Fiquei de baixa mesmo antes de descobrir que estava grávida, e quando as análises detectaram a gravidez foi imediatamente considerada de risco.
É claro que a idade não perdoa, e com 37 anos já estou a começar a ficar velhota...pelo menos são os sinais claros que o meu corpo me anda a enviar!
Da 1ª gravidez, descobri logo nos primeiros meses que ia ter um Martim (que já vai fazer 9 anos no próximo mês, dá para acreditar?!), numa ecografia o menino não se conteve e fez xixi o que revelou logo a sua identidade sexual :)
Os único problemas que tive foram enjoos fortes e constantes durante quase toda a gravidez.
Estava previsto parto normal, mas passado horas e horas sem dilatação o meu querido Dr. Fernando Cirugião decidiu-se pela cesariana.
Fui para o bloco operatório lavada em lágrimas, porque sempre ouvi horrores das cesarianas.
Não tive uma única dor pós parto, e no dia seguinte conseguia levantar-me e andar com o meu bebé ao colo.
Na gravidez da Camilinha (há dois anos atrás) fui internada duas vezes por a menina querer nascer antes do tempo. De resto, nenhum problema. Gravidez tranquila e bem disposta que culminou numa cesariana calma e consciente.
Na 3ª e ultima gravidez tudo é uma chatice!!!
Os enjoos não são tão fortes mas são uma constante, o mau estar, o sentimento de cansaço extremo não me largam... não consigo fazer nada com vontade! E aos 4 meses de gravidez estou fartinha de estar gravida e ainda me falta mais de metade do tempo :(
Para mais, em todas as ecos o bebé fecha-se em copas e não deixa perceber o que me espera...podia ser que iniciar o enxoval me levantasse o animo.
Tenho a certeza que quando nascer, vou esquecer tudo e vai ser maravilhoso, mas entretanto espero que o tempo avance rapidamente!!
A única sorte é que pelo menos ainda não engordei, apesar de a barriga já parecer de 6 meses e não me deixar apertar as calças...de resto ainda visto tudo.
Sei que vai tudo correr bem, e que um bebé é sempre uma alegria e que este meu mau humor vai passar brevemente, quando os dias de sol começarem a ser uma constante!


quinta-feira, 28 de abril de 2016

Já é Primavera na Laranjinha :)


Um dos primeiros vestidos que a Camila recebeu quando nasceu é da Laranjinha.
Adoro esta marca! Tudo é cheio de classe e de uma simplicidade deliciosa...adoro!!
A nova coleção está de morrer e todas as mamãs babadas deviam espreitar...

quarta-feira, 20 de abril de 2016

"Com três novelos (o mundo dá muitas voltas)"

Sou fã da editora Planeta Tangerina, que têm livros lindos para os nossos miúdos.
Cá por casa temos uma catrefada deles e estão constantemente fora das prateleiras, o que significa, muito uso!!
Hoje recebi no meu email este convite, conheço a Yara e sei que têm um talento incrível!
Ainda não esfolheie o novo livro, mas tenho o "feeling " que deve ser muito bom!
Quem estiver por perto, aproveite e vá espreitar a apresentação do livro.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

E cá vamos nós outra vez...



A Cegonha vai chegar cá a casa depois do Verão.
Ainda não sei se o "presente" que nos trás é rosa ou azul.
Fui apanhada no meio de um turbilhão de surpresas e mudanças, mas com fé e amor no coração, sei que quem vem aí vai complementar de uma forma mágica esta família já tão querida!!
Os "velhos do Restelo" gostam de dizer: "Nos dias de hoje ter 3 filhos é uma loucura"
E talvez eles tenham razão, mas eu nunca fui de me seguir pelo que os outros dizem, e muitas vezes a minha vida é exactamente ao contrário do que esperam de mim.
Acredito que fazendo mais um bocadinho de ginástica orçamental, fazendo escolhas (muitas escolhas) tudo se cria, e já diz o velho ditado que "onde comem 2 comem 3".
Por isso vou acreditar que tudo acontece por uma razão e que muitas coisas boas estão para chegar!

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Almôndegas de beringela

Hoje o dia vai ser de aventura na cozinha.
Ando sempre a procurar formas de levar o meu filho Martim a comer legumes, o que é praticamente 
uma missão impossível! Felizmente a Camilinha adora sopa e o difícil é comer o 2º prato, mas isso, sinceramente, já não me preocupa. 
Descobri esta receita que vou experimentar hoje, parece simples de fazer, deliciosa e tenho esperança que a forma de bola, entusiasme o Martim a 
prová-las sem stress.


Lave bem e retire as extremidades de 2 beringelas e corte-as em cubinhos, levando-as ao fogo, numa panela anti-aderente com um fiozinho de azeite e uma pitada de sal.
Quando se verificar que a beringela está cozida, retire-as do fogo.
Deixe um pãozinho de molho na água ou leite para amolecer. Escorra o excesso da água ou leite e junte à beringela cozida com um dente de alho cortado bem pequeno e folhas de hortelã cortadas em pedacinhos. 
A hortelã irá dar um toque muito especial combinada com o alho! 
Junte uma colher de parmesão ralado, uma pitada de sal, um ovo e mexa até que a mistura esteja em ponto de enrolar. Se estiver muito mole, junte mais pão amolecido.
Faça pequenas bolas e passe-as na farinha.
Têm duas opções para terminar o prato, ou coloca num tabuleiro e leva ao forno ou frite em óleo vegetal.
Parece delicioso não parece?
Vamos ver como corre o almoço ;)

domingo, 21 de fevereiro de 2016

Chapéuzinhos para festa

DIY Pom Pom Party Hats:

E estes chapéus para festa não são o máximo?
Papel de mercearia pintado e pompons de lã dão o toque especial.
ADORO!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

mais que um chapéu...


Quem é que na sua infância não teve um chapéuzinho de palha?!
Eu tive, mas confesso que na altura não lhe achava muita graça.
Teria gostado muito mais que a minha santa mãezinha tivesse metido mãos à obra e o tivesse transformado em algo mais divertido!
Fica a ideia de transformarem chapéus de palha (novos ou velhos) de uma forma muito simples com lã e feltro!