terça-feira, 19 de setembro de 2017

Helppppp....O meu filho já anda numa escola secundária!




O meu filho Martim está gigante e já entrou para o 5º ano.
Se ir para o 2º ciclo já é coisinha para assustar qualquer pai, ir para o 2º ciclo numa escola que vai do 5º ao 12º ano assusta ainda mais!!
O meu bebé vai andar misturado com matulões de 17 anos?!
O pânico instalou-se no meu coração. Podia ter escolhido uma escola mais pequena? Podia! mas eu escolhi pelo projecto pedagógico e acreditar na metodologia de ensino diferênciada que usam.
É a primeira vez que oiço falar de uma escola pública, secundária de "farda"... todos os meninos do 5º e do 6º ano têm que ir sempre vestidos com polos da escola que os idêntifica pela cor dos mais crescidos. Se num primeiro momento estranhei a ideia, agora adoro!!
Eu também uso farda do meu trabalho e adoro, menos uma preocupação em escolher a roupa para vestir...além da parte prática (e fútil confesso) existe a parte da segurança que eu compreendi e adorei a ideia. Assim qualquer funcionário consegue identificar que um aluno os alunos com polos da cor encarnada são os mais novos da escola e necessitam de uma atenção redobrada.
Outra modernice desta escola é que não se usa manuais escolares no formato de livro. Pedem aos pais para comprarem um tablet dos mais baratinhos ás criancinhas, e os professores carregam os manuais, fichas de apoio etc... Além disso, querem que os miúdos aprendam a pesquisar as matérias no mundo tão vasto que é a internet, onde existem imagens, filmes e documentos sobre tudo!
Também são contra os TPC, e trabalham com a metodelogia de projecto.
Acreditam também que os alunos aprendem ao seu próprio ritmo, por isso é muito difícil encontrar algum menino que tenha chumbado antes do 9º ano.
Nos primeiros dias de aulas não há aulas formais, e os alunos e professores partilham conversas e jogos de forma a se irem conhecendo.
Cada turma têm uma sala fixa que deve ser decorada pelos alunos com fotos suas e das suas famílias para os fazer sentir em casa.
Com tudo isto as minhas expectativas estão lá nas estratósfera e espero mesmo que esta escolha se revele um exito no caminho escolar do meu menino!
A todos os pais criativos, desejo um inicio de ano lectivo muito feliz e cheio de sucessos.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Convites fresquinhos para "As aventuras de Tom Sawyer"




No passado sábado fomos assistir à estreia de "As Aventuras de Tom Sawyer" um espectáculo infantil ao ar livre na Quinta da Regaleira em Sintra.
O sítio só por si é maravilhoso, de uma beleza ímpar que faz um casamento feliz com o cenário e toda a história contada na peça. 
Devo confessar que para mim foi um regresso à infância porque o Tom Sawyer era um dos meus desenhos animados favoritos. 
A peça está muito, muito gira, o texto bem escrito, bem encenado e bem interpretado, rimos com gosto e os miúdos adoraram!
A Camila que com três anos, obviamente, nunca viu o Tom Sawyer ainda não parou de cantarolar "e quando tu vais ao sipisipi" e o Martim pediu logo para tentarmos comprar os dvd´s com a serie.
É mesmo uma óptima opção para quem quer fazer um programa especial em família.
Como eu e toda a produção da  bYfurcação Teatro gostamos de espalhar magia, resolvemos oferecer convites para irem assistir à peça no próximo fim de semana (12 e 13 de Agosto)!!!!
Temos:
-um convite duplo para sábado ás 16h00;
-um convite duplo para domingo ás 11:30;
-um convite duplo para domingo ás 16:00.

Para ganharem o convite basta serem seguidores das páginas do facebook:
Pais criativos: https://www.facebook.com/paiscriativosfilhosfelizes
bYfurcação: https://www.facebook.com/byfurcacaoteatro/

E deixarem nos comentários o dia e o horário para qual gostavam de ganhar o convite.
Na próxima 5ª feira dia 10 de Agosto o vencedor será encontrado via random.org

Um grande beijinho e boa sorte a todos!!




domingo, 6 de agosto de 2017

Brincadeira para bebés - Máquina de lavar a roupa


No outro dia enquanto fazia o almoço e não tinha nenhuma babysitter disponível para ajudar, estendi a mata em frente à máquina de lavar a roupa e sentei lá o Tomás.
Primeiramente, o que lhe chamou a atenção foi o barulho (estimular a audição) mas de seguida os seus olhos prenderam-se à festa que acontecia no tambor.
O movimento da roupa, da água e de alguma espuma que se podia ver pela "janela" faziam com que os seus pequenos olhinhos seguissem o movimento e a certa altura tentou mesmo apanhar a roupa em movimento.
Esta é uma brincadeira que vai entreter o seu bebé alguns minutos e ao mesmo tempo está a estimular os seus sentidos como a audição e a visão e o seu pensamento lógico enquanto ele tenta perceber o que é que está a acontecer ali à sua frente (parece-me a mim que ainda vai demorar mais uns meses a perceber o que se passa ali, mas entretanto adorava saber o que é que a sua imaginação pensa sobre a máquina de lavar roupa).

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Fomos à KidZania e adorámos!



Na passada sexta-feira fomos à Kidzania Lisboa, uma cidade feita e pensada para os miúdos.
Já lá tinha ido uma vez, quando o Martim tinha uns quatro anos mas já não me recordava do giro que é!
Para a Camila foi uma autêntica estreia, e no alto dos seus três anos e meio trabalhou no macdonalds, fez gelados na fábrica da Olá, tirou a carta de condução, conduziu, foi à discoteca, trabalhou numa fábrica de bolachas, foi música, foi veterinária, fez compras no lidel e ainda teve tempo de realizar um sonho de criança de ser actriz de teatro :)
O Martim pode ser investigador criminal, policia, trabalhador da fábrica de gelados, fez o próprio almoço no mac e o seu lanche na pizzaria, foi locutor de rádio, bombeiro, futebolista, repórter do telejornal da SIC, surfista e muito mais coisas!
Na verdade desde que entramos naquela porta, os miúdos mandam e desmandam e aquilo é mesmo tudo deles!
Eu como levei a Camilinha, tive que lá ficar, mas para crianças mais velhas como o Martim é optimo porque podem lá ficar sozinhas em TOTAL segurança. Não precisam de dinheiro verdadeiro, porque a Kidzania é um reino autónomo onde apenas os Kidzos são aceites. Também não precisam de levar almoço nem lanches, quando têm fome escolhem uma das mil e uma opções onde podem trabalhar e fazer desde pizzas, bolachas, humberguers, sumos, gelados etc...
Um dia inteiro é pouco tempo para ver e fazer tudo o que este maravilhoso espaço oferece!
Fiz estes pequenos vídeos, onde podem ver um bocadinho da nossa experiência, mas já sabem, não há nada melhor do que fazerem a surpresa aos vossos catraios e irem lá passar o dia...muita felicidade garantida!




sexta-feira, 21 de julho de 2017

Jogo da pesca - brincadeira de coordenação motora com água


O tempo pede água, e na falta de um espaço exterior com piscina inventam-se jogos que permitam os miúdos salpicarem o tudo à sua volta. Coloque uma toalha para proteger (um bocadinho) o chão.
Eu enchi uma taça grande com água e meti lá para dentro umas tampas coloridas das frutinhas que por cá se bebem aos montes. Coloquei no chão e ao lado uma tigela vazia. 
Ofereci a cana de pesca em forma de colher à Camila, e disse-lhe para ela pescar os peixinhos coloridos que andavam a nadar naquele grande lago azul!
Apesar de ser uma brincadeira muito simples ela adorou e repetiu muitas vezes! Enquanto brincava e se molhava ia dizendo as cores "dos peixinhos", ia contando quantos é que já tinha pescado, e ia trabalhando a coordenação motora....e parecia que não estava a desenvolver nada não era?
No fim, como é óbvio, o lago foi invadido pela Barbie Sereia & Co e brincadeira continuou livre e solta!


quarta-feira, 12 de julho de 2017

O bebé também se senta à mesa!



A fase de introduzir os sólidos na alimentação do bebé pode ser muito entusiasmante, mas ao mesmo tempo consegue ser stressante!
Para mim está a ser (e sempre foi com os irmãos) uma dança de conseguir ignorar as colheradas de sopa voadoras e os pedaços de arroz esmigalhados no chão, com a partilha de alimentos e momentos em família.
Eu considero importante colocar logo o bebé à mesa para fazer as refeições em família. Cá em casa é um momento valioso onde todos tentamos partilhar como foi o nosso dia, conversar e descontrair um bocadinho e eu gosto de o incluir apesar de ele ainda ser tão pequenino. Sei perfeitamente que não compreende nada do que é dito, mas acredito que sente o "feeling" da coisa, e que se vai acostumando à dinâmica familiar. Acredito ainda que ao estar sentado à mesa de família, o bebé vai vendo tudo, ouvindo, cheirando e provando muitos dos alimentos que os restantes membros da família estão a comer.
Mesmo quando estamos só os dois, sentamos-nos à mesa e muitas vezes aproveito o momento para o deixar explorar os alimentos livremente (como aconteceu no video com a água e o alperce).
Acaba por ser uma óptima brincadeira sensorial ao mesmo tempo que vai descobrindo o mundo, dentro da nossa casa.


segunda-feira, 10 de julho de 2017

A importância do desenho na infância.


Hoje comprei uma ardósia igual há que tinha quando era pequena. 
Quando cheguei a casa a Camila confiscou-a logo para desenhar com giz (adora sentir o giz nas mãos).
Eu nunca me meto nos desenhos dela, nunca pergunto o que vai ou não fazer nem tento adivinhar o que está rabiscado nos seus rabiscos. Aprendi a lição no livro do principezinho quando ele desenhou uma cobra que tinha comido um elefante e todos os adultos achavam que era um chapéu.
Espero sempre que ela me faça a tradução dos seus desenhos, coisa que faz sempre com o maior entusiasmo. 
Noto que os seus desenhos já apresentam uma evolução que acompanha o seu crescimento.
Para nós educadores de infância, o desenho é ferramenta lúdica importante que, juntamente com outras estratégias, nos apoia no acompanhamento do desenvolvimento infantil da criança e a percebe-la um bocadinho melhor.
Para quem está fora da realidade infantil, será difícil imaginar que existem vários estudos sobre a temática do desenho na infância e que existem níveis de desenvolvimento que todos os profissionais conseguem destingir só por olhar para um desenho que um menino acabou de fazer. 
Mas a verdade é que os desenhos "falam" e contam muito sobre os pequenos seres que os fazem.
Por exemplo, a Camila está na fase da garatuja nomeada que representa intencionalmente um objecto concreto, através de uma imagem gráfica, passa mais tempo a desenhar. Distribui melhor os traços pelo papel descrevendo verbalmente o que fez e começa anunciar o que vai fazer. Alguns movimentos circulares associados a verticais começam a dar forma à figura humana. A cabeça é desenhada maior do que o restante do corpo.
Ela no caso já inclui imensos detalhes nos desenhos, como por exemplo pestanas, bigodes, dedos nas mãos e nos pés e como é tão pirosa até já pintou unhas de cor de rosa.
.Isto tudo para vos dizer que os desenhos dos nossos filhos são preciosos! Além de serem verdadeiras obras de arte que merecem estarem expostas na nossa casa, muitos contam a história da vida da nossa família ou alguma coisa que a criança viu e a marcou. 
Eu guardo todossss, é uma forma de eternizar cada fase dos meus filhos a par com as fotografias. Existem uma fase em que eles fazem 10 desenhos por dia, mas acreditem em mim, daqui a pouco tempo os desenhos vão reduzir drasticamente e  vão sentir saudades deles!

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Passatempo Educar com o coração




Li este livro de uma só vez.
Gosto muito da pedagogia Montessori, e este livro está conciso, bem estruturado, bem fundamento e com uma escrita simples e fácil de ler e compreender.
É um livro que todos os profissionais da educação de infância vão gostar, mas não é só para eles. Pais e interessados na pedagogia em geral também vão aprender muito com este livro.
Para mim "educar com o coração" é  tentar sempre ser e fazer o melhor para os meus filhos, tendo como maior desejo de vida que sejam felizes.
E para ti? o que é educar com o coração?
(Não há respostas certas e erradas neste tema e por isso decidi que o vencedor ser´encontrado por sorteio.)

Apagar os riscos dos miúdos das paredes...é mágico!


Se encaixotar a vida de cinco pessoas para mudar de casa foi terrível, descobrir pequenas pinturas rupestres feitas pela Camilinha por todas as paredes foi um verdadeiro pesadelo!
Só imaginava a cara do senhorio ao ver tamanhas obras de arte espalhadas pela casa e o quanto eu iria desejar que se abrisse um buraco no chão para eu fugir directamente pela casa dos vizinhos do 4B.
Tentei lixívia, tentei detergente para a loiça, a técnica do secador de cabelo e NADA, nada parecia ter capacidade para apagar os malvados riscos de lápis de cera.
Foi aí que alguém me falou na esponja mágica do Continente.
Sinceramente fui comprar só por descargo de consciência, mas sem muita esperança que a esponja fosse de facto mágica.
E não é que mal comecei os riscos começaram a desaparecer!
Não queria acreditar. Depois de começar a perceber que se usasse a esponja da mesma forma que se usa uma borracha os riscos desapareciam mesmo como se de magia se tratasse,e foi num minuto que as paredes voltaram à sua cor inicial.
Fiquei tão feliz que resolvi fazer um video para vos mostrar, que de facto existe uma esponja mágica e que ainda por cima custa menos de 2€
Fiquei super fã e aconselho vivamente que se tenha sempre na dispensa se tiverem um pequeno Picasso aí por casa.


segunda-feira, 3 de julho de 2017

A "colónia" de férias perfeita para o Martim



As férias escolares são uma dor de cabeça para grande parte dos pais.
São longas e nem sempre é fácil encontrar colónias de férias giras e perto de casa para os miúdos.
Eu apesar de estar em casa, também andava a procurar atividades divertidas para o Martim (a Camila têm brincadeira garantida na escola durante o mês de Julho) porque tê-lo fechado em casa nem pensar, e eu com o bebé também não tenho grande disponibilidade para andar os dias todos no lareu..
Durante a minha procura encontrei imensas colónias e atls com férias, existe muita coisa, mas tudo igual!! As mesmas atividades e passeios que fez nos anos anteriores.
Queria uma coisa especial, que ele gostasse e onde aprendesse algo novo, e foi aí que por magia encontrei a World Academy!!
Nem queria acreditar quando vi o programa dos workshops para jovens criativos!
Uma semana, de convívio e aprendizagem, na áreas de Fotografia, Vídeo, Videojogos, Música e Som.
Estimular os jovens a usar criativamente as tecnologias, melhorando competências de expressão, realização pessoal e integração em grupo...perfeito!
Parece que foi feito à medida dele (e de todos os miúdos pré-adolescentes e adolescentes que vibram com o youtube).
Pedi logo para me enviarem o programa e então aí, queria eu mesma inscrever-me  :)


CONTEÚDOS DO WORKSHOP
| FOTOGRAFIA (6h)
Como funciona a fotografia: luz, lentes e registo. Aprender a escolher o assunto e enquadrar. Vamos descobrir a escola. Vamos fotografar no estúdio. Fotografias individuais e da turma. Fazer efeitos nas fotografias e no computador.
| GRAVAÇÃO VÍDEO (6h)
Como se faz um “filme”: equipa, tarefas e conhecimentos. Construir em grupo uma pequena história para filmar. Vamos filmar: preparar os planos, câmara, iluminação e som. Silêncio…ação!
| EDIÇÃO VÍDEO (6h)
Como se edita um vídeo. Escolher os planos, editar, colocar efeitos e música, genérico. Vamos publicar no Youtube e mostrar aos amigos e família.
| VIDEOJOGOS (6h)
Como se fazem videojogos. Ter uma ideia simples e divertida para o jogo. Construir personagens e cenários. Preparar os desafios do jogo.
Música e efeitos sonoros. Vamos testar e jogar!
| MÚSICA E SOM (6h)
Como funciona um estúdio de som. Vamos criar uma “música” em grupo. Quem sabe cantar ou tocar algum instrumento? Todos participam. Ensaiar até estarmos prontos. Colocar os microfones e gravar. Misturar e colocar efeitos. Agora vamos partilhar na “net”.

O melhor de tudo é que o preço é acessível e os equipamentos são da escola!
Quando lhe perguntei o que acharia de um workshop assim ele respondeu -"era o meu sonho, mas não há escolas assim tão fixes pois não".
Ele ainda não sabe, vai ser surpresa, mas estou mesmo feliz porque tenho a certeza que além de ele adorar e se ir divertir, vai aprender a usar ferramentas que lhe poderão vir a ser muito úteis na escolas, nos trabalhos etc...
Por isso, se têm um pré-adolescente como eu conheçam a worldacademy que vai valer a pena!!
Depois conto tudinho!!


O Regresso dos Robertos



Eu adoroooo Marionetas.
Lembro-me muito bem de em pequenina, ouvir a minha bisavó contar histórias que tinha visto no teatro de Robertos, e por isso eles sempre viveram no meu imaginário. Ela era uma velhinha amorosa, que tentava improvisar tudo com o pouco que tinha. Lembro-me de me fazer um Roberto com uma velha colher de pau e este ter sido um dos meus brinquedos favoritos durante imenso tempo.
Com a casa ainda em pantanas devido a mudança não sei se conseguirei ir na 5ªa feira, mas não vou perder esta exposição de certeza!!
E os ateliers para as famílias devem ser muito divertidos!
Fica a dica porque pais criativos, gostam de Robertos!!




QUEM SE LEMBRA DOS ROBERTOS?


A partir de 6 de Julho, a tradição portuguesa de teatro itinerante de marionetas 
– o teatro de Robertos - ganha palco no Museu da Marioneta. 

D. Roberto é descendente da grande família de Polichinelos mas, ao contrário dos seus parentes europeus,
 não tem um tipo físico determinado, o que justifica a generalização do termo Robertos a todos os fantoches 
de luva: em Portugal chamam-se Robertos aos fantoches de luva e Roberto é também o protagonista da maioria 
das suas histórias.

Até meados do século XX, era comum encontrarem-se Robertos e as suas coloridas 
barracas nas ruas, praças, jardins e praias de todo o país mas, em finais do século, 
essa forma teatral estava quase esquecida. Foi João Paulo Seara Cardoso, do Teatro de 
Marionetas do Porto, que primeiro percebeu a necessidade de preservar os Robertos, 
aprendendo a arte com o marionetista António Dias. 

É também com o objectivo de salvaguarda e de divulgação que o Museu da Marioneta 
apresenta uma exposição inteiramente dedicada aos Robertos, programando, em paralelo, ateliers para famílias e espectáculos com os bonecreiros actuais. 


ROBERTOS | Histórias de um teatro itinerante 

EXPOSIÇÃO  | Entrada Livre
Exposição de marionetas, barracas de fantoches, fotografias e cenários. 
6 Julho a 10 Setembro


TEATRO DE ROBERTOS  
Espectáculos ao ar livre | Entrada Livre
14, 21 e 28 Julho, 19h30
1 e 8 Setembro, 19h30
10 Setembro, 15h00


ATELIER FAMÍLIAS 
Construção de Robertos, marioneta tradicional portuguesa. 
12 Agosto, 14h30 | +6 anos | 6,00 (1 adulto + 1 criança) | marcação prévia 

segunda-feira, 26 de junho de 2017

O que não levar nas férias...



O Martim foi de férias 15 dias com os avós.
Quando cheguei a casa dos meus pais para o deixar a minha mãe perguntou:
-"Só uma malinha?"
Eu respondi que sim, uma criança uma malinha, simples assim. Até porque não fazia sentido levar imensa roupa pois vai passar os dias na praia e na piscina.
-"Então e os brinquedos?"
- Não leva - respondi.
A minha mãe fez cara de quem estava a ver um porco a voar e percebi que estava em perfeito desacordo comigo (o que é já habitual lolol).
-"Mas não era melhor o menino levar brinquedos e as coisinhas dele para não se aborrecer?"
Insistiu com o cuidado de avó extremosa que sei que o é.
-Não - respondi terminando a conversa.
Há já muito tempo que deixei de andar com a casa ás costas quando vou de férias.
Claro que não quero que o meu filho se aborreça e se sinta triste e frustrado, apenas quero que aproveite as férias para fazer e ver coisas novas.
Se lhe mandar uma caixa cheia de Lego que ele adora, ele vai passar os dias a fazer construções de lego e vai estar super satisfeito pois está a brincar com o seu brinquedo favorito.
Mas se não lhe mandar nada ele vai ter que inventar alguma coisa para fazer (sim porque nenhuma criança de 10 anos fica paradinha a olhar para as paredes ) ele vai usar a sua imaginação e a sua criatividade para inventar um jogo, uma brincadeira com aquilo que encontrar por ali.
Dou um bom exemplo, no outro dia fomos fazer um pic-nick e esquecemos-nos da bicicletas.
Em vez de passarem horas a andar de bicicletas, estiveram primeiro a procurar e seleccionar pedrinhas, flores, pauzinhos etc... e depois estiveram a desenhar no chão com esses elementos.
Estiveram horas igualmente entretidos, mas a fazer uma coisa nova, diferente e inventada por eles e no final adoraram o resultado.
Se tivéssemos levado as bicicletas teriam estado divertidos também, é certo, mas a fazer o mesmo de sempre...
É preciso deixar espaço para as crianças descobrirem coisas novas e as férias são óptimas oportunidades para isso!
Não tenham medo, façam a experiência e nestas férias deixem a maior parte da bagagem em casa vão ver que o que ditado "Less is more" está certíssimo!

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O bebé é finalista


O meu filho Martim é finalista.
Ontem teve o jantar e baile de finalistas da escola do 1º ciclo.
Enquanto olhava para ele a vestir-se e arranjar-se com todo o cuidado para a ocasião percebi que já não era bebé.  
Olho para ele e penso como é que é possível que 4 anos tenham passado assim, num TGV.
Lembro-me perfeitamente de o ir levar à escola no primeiro dia de aulas do primeiro ano, com a mochila do Spiderman que parecia maior que ele e com o nervoso miudinho de quem vai para uma nova aventura.
Chegou a casa e disse que não queria ir mais, pois a professora obrigou a escrever o dia inteiro com letra manuscrita e doía-lhe a mão.
Não percebia porquê é que tinha de estar sempre sentado até lhe doer o rabo, e também não achava graça nenhuma a que só se pudesse brincar nos intervalos.
Fiquei de coração nas mãos a pensar que talvez esta fosse uma etapa complicada para ele, com receio de não o conseguir ajudar e orientar da melhor maneira. 
Não teve sorte com a professora, e nestes 4 anos deve ter tido umas 7 ou 8 professoras.
Nunca foi um miúdo que adorasse a escola, e para ele "fazer gazeta" era a melhor coisa do mundo.
Mesmo assim, sempre teve boas notas.
Olhando para ele a dançar a valsa com a miúda mais gira da turma vejo que é feliz e correu tudo bem.
Apesar dos meus anseios, dos meus medos e receios correu tudo bem e eu tudo farei para que seja sempre assim.
Enche-me de orgulho olhar para ele e ver o miúdo bom que é.
Lembra-te sempre meu amor "para quem está determinado em voar, não ter asas é só um pequeno detalhe" 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Actividade de vida prática - Seriação



Olá a todos super papás criativos!
Ontem estive a fazer uma actividade  muito simples que a Camilinha adorou.
Esta é mais uma actividade de vida prática inspirada na pedagogia Montessori (é verdade, tenho andado meio obcecada com a Montessori mas é que quanto mais conheço mais gosto desta pedagogia).
É excelente para trabalhar conceitos matemáticos. A seriação é a função chave deste jogo, mas podemos aproveitar para trabalhar a contagem, a noção de quantidade qual pote têm mais /qual têm menos, noção de tamanho qual é maior/menor.
Além de estar a desenvolver obviamente a motricidade fina, a neurociência descobriu que as mãos são a principal entrada de informação para o cérebro e, por este motivo, deveriam desempenhar um papel crucial na aprendizagem, tal como Montessori defende não é fantástico?
Eu sempre soube que as artes e os trabalhos manuais traziam sabedoria e felicidade!!
Os materiais necessários são grão e feijão seco (se não tiver em casa pode usar massas, pedrinhas, missangas o que tiver por aí); uma tigela e dois potinhos.
beijinho e espero que gostem!

A Montessori practical life activity is perfect for Seriation, motricity and many other mathematical concepts. Hope you like it!




segunda-feira, 19 de junho de 2017

A história de hoje é ... Oh João, foste tu porcalhão?!


Ontem não foi fácil adormecer os miúdos.
O calor, o cansaço de um fim de semana cheio e o facto de sentirem que eu e o pai estávamos tensos com a tragédia que abateu o nosso querido país, dificultou ainda mais.
Para desanuviar decidi escolher um livro divertido.
Este é um livro que faz o maior sucesso sempre que conto, seja cá em casa ou quando o levo para o trabalho.
Fala de puns e só o tema deixa os miúdos bem dispostos. Quando juntamos ilustrações giras e um texto engraçado então estão reunidos os ingredientes para o sucesso!

domingo, 18 de junho de 2017

Mercadinho Pais Criativos - Venda solidária para angariar fundos para os bombeiros


Aconselhados por um bombeiro amigo decidimos adiar este mercadinho para angariação de fundos para os Bombeiros. Neste momento estamos concentrados em reunir bens para doar às famílias que ficaram sem nada. Móveis, loiças, roupas, roupa de cama, brinquedos...tudo será necessário para quem perdeu tudo.

Mais um verão quente chegou.
Mais uma tragédia que, infelizmente, bateu à nossa porta.
Os nossos corações e as nossas orações estão com as famílias das vitimas e de quem perdeu tudo neste dantesco incendio.
Aos bombeiros agradecemos e desejamos força e coragem para continuarem no caminho desta luta desumana contra o fogo.
Como todos sabemos, os bombeiros necessitam de ajuda.
Nesse sentido, tive a ideia de fazer uma venda solidária para angariar fundos para doar aos bombeiros de Pedrogão grande.
A ideia é vender "a tralha aí de casa", coisas que já não use mas em bom estado que possam fazer alguém feliz.
Tudo a preços simbólicos, para incentivar a visita e a compra.
Todos são bem vindos e convidados a participar com a sua banca.
Esta será uma iniciativa para pais e filhos, onde toda a família é convidada a participar unida por uma causa tão nobre.
Estamos a apontar para o fim de semana de 1 e 2 de Julho, e a procurar um quartel dos bombeiros com condições para receber este nosso "Mercadinho solidário Pais Criativos".
Brinquedos, livros, roupa, velharias, bolinhos tudo pode ser vendido aqui e com isso contribuir para ajudar os verdadeiros heróis nacionais!
Para se juntarem a nós só têm que juntar alguma "tralha" aí de casa e estar disponível para participar no evento com a sua banquinha.
Por favor inscrevam-se através do email familiascriativas@gmail.com. Só fará sentido se formos muitos pais criativos, juntos por uma causa!
Se tiver uma marca e se quiser juntar a nós com doação de produtos para sortear nas rifas também são bem vindas!
Se não quiser participar mas quiser ajudar, passe a mensagem e esteja atento à data, hora e local que iremos anunciar brevemente, e venha fazer umas comprinhas!!

Juntos somos muito mais fortes!
Obrigada a todos

terça-feira, 13 de junho de 2017

Camila a tagarela


A Camila anda uma tagarela que só visto.
Começou a falar cedo e desde logo era perceptível cada palavra.
Nunca teve um discurso "abebezado", mas também nunca falámos com ela assim.
Quando entrou para a creche onde anda agora a educadora espantava-se como é que uma menina de dois anos fazia construções de frases tão bem feitas e com recursos a vocabulário tão rico...eu ria-me porque cá por casa somos todos assim, faladores, tagarelas e amantes das palavras (se bem que como muitos de vocês sabem, eu sofro de dislexia e muitas e não poucas vezes dou erros ortográficos).
Ontem descobriu entre a tralha que anda cá por casa um telefone a fingir, daqueles de exposição nas lojas e foi a noite toda a falar e a "ligar" para a família.
O bom de fazer mudanças é que acabamos por descobrir coisas que nem sabíamos que tínhamos!


terça-feira, 6 de junho de 2017

Atividade sensorial para bebés - Pintura plastificada


As actividades sensoriais são óptimas para fazer com os bebés pois provocam sensações novas e desconhecidas para os mesmos.
Além disso, ajudam no desenvolvimento sensorial, e esta em particular trabalha o campo da visão e do tacto também.
Para quem não gosta muito de grandes confusões e "porcarias" esta actividade é perfeita pois não suja nada!
Em 10 minutos prepara os foguetes e faz a festa :)

O caminho casa - escola


Nas viagens casa - escola, todas as manhãs ligamos o rádio na comercial.
Gostamos de ouvir o César Mourão no Rebenta a bolha, de ouvir o mixórdias, mas  acima de tudo gostamos de cantar,
O inicio da manhã por aqui não é o mais pacifico...não consigo reunir a família à mesa com um pequeno almoço de telenovela.
Por cá um lava os dentes enquanto se muda a fralda a outro e se enfia um vestido à outra...
Engole-se os cereais e vai-se a beber o leite no carro.
Não é de estranhar que algum vizinho se queixe de ouvir um : "Despacha-te" e lá vamos todos a correr a tentar caber os 5, com mochilas e maxicosi no elevador.
Mas quando sentamos os rabiosques no carro, quando fechamos as portas, apertamos os cintos e ligamos a rádio...aí já ninguém se importa se estamos ou não atrasados.
Durante o caminho cantamos e rimos todos juntos.
E apesar do stress matinal, quando os deixamos na escola, deixamos crianças felizes...e para nós isso é importante!


terça-feira, 30 de maio de 2017

A mamã contadora de Histórias - Nonô e as birras


Hoje a história que vos conto é a de um livro para os mais pequeninos - dos zero aos quatro/cinco anos.
A Camila adora (talvez por se rever muito na personagem principal).
É uma história muito simples, curta e com imagens coloridas e engraçadas.
Faz parte de uma colecção muito gira onde a Nonô, a personagem principal, vai ultrapassando em cada livro algumas fases do crescimento - o bacio, o infantário, a chucha etc...
O livro é muito bom de se manusear pois o papel é "meio" plastificado, resistente e que pode ser utilizado mesmo para os mais pequenos brincarem sem correr o risco de rasgar!
A editora é a Booksmile e se têm bebés por casa, vale muito a pena conhecer.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Mudar de vida


Receber mais de uma centena de mensagens devido a um desabafo sobre o ridículo que é, num país como o nosso (onde a maioria da população nem 600€ líquidos recebe ao final do mês), não haver casas para arrendar nos subúrbios da capital por menos de 700€/800€ ...é surreal! MESMO!
Todas estas mensagens procuravam ajuda para mudar de vida e recomeçar do zero longe daqui, num lugar mais calmo, mais puro, mais verde.
Os incentivos para jovens famílias se fixarem em algumas localidades do país existem mesmo, apesar de não haver quase nenhuma informação sobre eles na internet.
Tentarei recolher o maior numero de informações possíveis sobre este tema e partilharei todas elas convosco, sem excepção.
A vida pode mesmo guardar muitas surpresas, e quem sabe se uma mudança radical não estará guardada para nós ;) 

sexta-feira, 26 de maio de 2017

Montessori - actividade de vida prática - transferência de água de um recipiente para outro com uma esponja


Eu gosto muito da pedagogia Montessori.
Como todas as pedagogia acredito que têm algumas lacunas, como por exemplo a falta de projectos artísticos nos 1ºs anos da criança, mas não há duvida de que a grande maioria das actividades foi muito bem pensada para que de uma forma muito simples se consiga estimular a criança.
As actividades de vida prática são das minhas favoritas.
As actividades de Vida Prática trabalham exactamente com isso: os assuntos práticos da vida.
Estes pontos práticos são cuidadosamente planeados – assim como em todas as áreas do currículo montessoriano – incluindo o isolamento de conceitos e passos sequenciais e crescentes que levam a criança a ter a experiência de todo o processo com sucesso. Quando escolhe repetir uma actividade, a criança familiariza-se com os procedimentos e ganha destreza e compreensão da sequência que a leva a crescer como ser humano completo. Os assuntos da vida prática incluem movimentação cuidadosa e graciosa no espaço onde a criança se encontra, cuidar de si mesma e de seu ambiente e comportar-se de forma gentil e educada com outras crianças e com adultos.

Parecem demasiado simples para estarem a "trabalhar" alguma coisa na criança não é? Mas acredite que trabalha imenso! 
No video por exemplo a Camila está a trabalhar a motricidade, o raciocínio lógico, a treinar a precisão que é necessária para conseguir passar toda a água de um recipiente para o outro usando a esponja enquanto se diverte imenso! ... tudo isto em 5 minutos.
Estas actividades podem e devem ser repetidas várias vezes, tantas quanto a criança quiser.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Brincar e trabalhar com o Photoshop





Cheira-me que o Martim vai ser designer, ilustrador ou algo do género.
Tinha um trabalho de português para fazer. Escreveu uma história inspirada no livro "Estranhões e bizarrocos" e depois fez os desenhos numa folha de papel.
-"mãe, ensinas-me a trabalhar com o photoshop?"
- Claro,mas olha que não é assim tão fácil como parece - disse eu a pensar que o miúdo não ia conseguir aprender tão rápido como o necessário para terminar o trabalho a tempo de levar para a escola no dia seguinte.
Digitalizamos os desenhos, e a verdade é que em três tempos o rapaz fez as ilustrações que podem ver em cima! SOZINHO...
Foi ao google, pesquisou as imagens que queria para o fundo, pintou os bonecos, recortou e colou, digam lá que não têm jeitinho?!
É que ele têm apenas 10 aninhos acabadinhos de fazer.
O trabalho fez o maior sucesso na escola.
Orgulho no meu baby <3
Na verdade o photoshop têm funções básicas que podemos facilmente usar para brincar com os miúdos. Como por exemplo desenhar em cima da cara da mãe, meter bigodes à irmã ou tutus de bailarina ao pai :)



segunda-feira, 22 de maio de 2017

Sugestões para trabalhar a leitura e a escrita de forma divertida



Há alguns dias recebi uma mensagem de uma mãe a pedir ideias para ajudar o filhote que estava com alguns problemas na aprendizagem, especialmente na leitura e na escrita.
Como sempre, partilho as mensagens que me chegam na minha página do facebook e peço aos outros pais e mães criativos que me seguem, para opinarem e partilharem as suas dicas também.
Na verdade chegaram imensas ideias giras e que eu considero muito interessantes a nível pedagógico. Acredito que muitos destas ideias poderão ajudar as crianças que estão no inicio do primeiro ciclo (todas e não só as que tenham problemas) e então resolvi compilar algumas das dicas de que mais gostei e que de certeza vão dar uma grande ajuda ai por casa!

- Para a leitura escolha livros divertidos e que vão ao encontro dos interesses da criança - se gosta de dinossauros o livro não vai ser de princesas pois não?! 
Inicie com livros com poucas frases (livros para crianças mais pequenas são perfeitos para uma primeira abordagem) e aos poucos vá escolhendo livros com cada vez mais texto.
 Leia um parágrafo alternado com a criança, ou seja uma vez o pai ou a mãe de seguida a criança. Sempre sem stress e na brincadeira. Podem fazer vozes diferentes, ruidos etc para animar a leitura e deixar o exercício ainda mais interessante para a criança.

- Quando estiverem no trânsito aproveito esse tempo para jogar ao jogo do STOP e com isso aumentar o vocabulário da criança. Uma versão alternativa do mesmo jogo  que uma seguidora mencionou,  foi usar as letras das matriculas dos carro que vão à frente e atrás para iniciar palavras ...além de estar a trabalhar a memória e o vocabulário é também divertido!

- Fazer actividades artísticas é sempre bom! outra seguidora partilha que faz imensos projectos com os filhotes, e que antes de cada actividade são eles que escrevem uma lista com o material todo necessário e vão confirmar o que têm e o que está em falta. Isto é muito importante porque além de estarem a exercitar a escrita começam a aprender a planear!

- Quando os ajudamos a fazer os trabalhos de casa, devemos fazer-nos de "burras/os" e dizer : " já não me lembro bem disto, como é que a tua professora ensinou?" - isto vai levar a criança a pensar sobre como a professora lhe ensinou determinada matéria e a tentar encontrar a maneira correcta de lhe explicar como se faz.

A nível de jogos, caso tenha dificuldades a matemática, em fazer contas de somar e subtrair, por exemplo, pode arranjar um baralho de cartas, tiramos todas as figuras e ficamos só com os números. Depois fica metade das cartas para o adulto e outra metade para a criança. Cada um joga uma carta à vez e vão fazendo as contas. Ora soma-se oura subtrai-se.

- Encontrei a imagem que coloquei no post na internet, e adorei este jogo que me parece também bastante apropriado.
Basta comprar um pacote de molas para a roupa de madeira, e em cada uma delas escrever uma letra. Faça uns cartõezinhos com imagens simples, como carro, casa, maçã, pato, cão etc... se não se sentir confortável a desenhar faça com recortes de revista ou imprima imagens da internet. Em baixo de cada imagem escreva a palavra correspondente. A ideia é que depois a criança, utilizando as molas com as letras consigam reproduzir a mesma palavra.
Ofereça ao seu filho dizendo que não é um jogo qualquer, foi feito por si especialmente para ele :)
Participe nas primeiras jogadas e depois deixe a criança explorar a construção das palavras sozinha!

-

domingo, 21 de maio de 2017

O meu primeiro livro - O sonho de Cristiano


Escrevi esta história para trabalhar com as crianças com quem a estagiar no colégio do Bom Sucesso. O grupo era na sua grande maioria rapazes e eram loucos pelo Cristiano Ronaldo.
Foi numa altura em que o Cristiano aparecia muito nas revistas cor-de-rosa com várias supostas namoradas, carrões e casas milionárias. As crianças apesar de pequenas falavam disso..
-"Quando for grande quero ter muitas namoradas como o Cristiano!"
-"E eu vou ter o carro bomba igual a ele"
Falavam muito do seu sucesso e das coisas que este podia comprar mas percebi que não sabiam do longo caminho que teve que percorrer para chegar a ele.
Achei que precisava de lhes mostrar que o sucesso têm que ser trabalhado, conquistado passo a passo.
Quando levei a histórias eles adoraram, e pediam todos os dias para a contar.
Não imaginava que se tornaria num livro, mas lá está...eu acreditei que era possível e contactei uma editora (a que me soava mais familiar - a Oficina do Livro) e no mesmo dia tive uma resposta afirmativa!
Esta é uma história que mostra que o sonho deve comandar a vida, mas que sonhar só não basta!
Temos que fazer acontecer e se acreditar-mos em nós, ninguém nos pára!




terça-feira, 16 de maio de 2017

Dicas para tornar a procura de creche e JI mais eficaz!



Tenho recebido dezenas de mensagens na minha página do facebook a pedir conselhos e dicas sobre como escolher uma creche/ Jardim de Infância para os filhotes.
Eu vou tentar dar neste post algumas dicas e sinais a ter em consideração não só como educadora, mas acima de tudo como mãe!

- Convém ser uma creche que não obrigue os pais a fazer kms de distância ou sair do vosso percurso já por norma tão cansativo. Uma creche perto de casa ou ao lado do seu trabalho vai poupar-lhe tempo e isso traduz-se logo em qualidade de vida! Mais minutos de manhã para conseguir tirar o pijama do corpo do seu filhote, ou se demorarem um bocadinho mais num pequeno almoço em família!

- Façam uma pesquisa das várias opções que têm e vão visitar TODAS!

- Não marquem visitas, apareçam de surpresa e peçam para visitar. Isto digo como mãe e não como educadora. Quando se marca, mesmo sem querer, existe sempre a tentação de se arrumar um bocadinho melhor a sala, falar mais baixinho com os miúdos, sorrir mais ou preparar uma actividade super fixe que por acaso calha mesmo à hora da visita :P
Se for surpresa não há tempo para improvisos e tudo o que irá ver é o real dia a dia daquela escola.

- Uma coisa muito importante e que muitos pais não fazem é ler o regulamento interno. Eu sei que por vezes é longo e chato de ler, mas têm informações preciosas para os pais. Como proibições, restrições e obrigações, dias de fecho no colégio, dias festivos, conduta  etc..

- Tenha atenção ao trabalhos expostos. Se forem todos iguais ou bonitinhos de mais é porque as crianças não se estão a expressar livremente.

- Apesar de hoje em dia, no nosso país as creches e JI´s estarem decoradas com uma explosão de cor, eu escolheria (e escolhi) uma escola em que as salas onde as crianças ficam muitas horas estejam decoradas com cores neutras e naturais. Está mais que provado que ambientes carregados com muita cor provocam excesso de estimulo nas crianças, deixando-as muito cansadas, distraídas e com menos disposição para aprender. (imaginem estar 8 horas fechados numa sala com as paredes pintadas de laranja, com chão azul, cadeiras encarnadas e mesas verdes...quem aguenta?!). Um ambiente tranquilo é sempre a melhor opção.

- Na creche é essencial perceber como é que as educadoras e auxiliares (na maioria das creches não são educadoras que estão com os bebés) estimulam os bebés, perceber se os bebés ficam muito tempo deitados nos berços sozinhos, se fazem actividades apesar da sua tenra idade etc...

- Conversem com as educadoras. Façam perguntas! onde tirou o curso, o que gosta mais e menos na sua profissão, quais os seus princípios orientadores, como são as rotinas da sala... é importante que sinta empatia com a pessoa com quem vai deixar o seu filho o dia todo.

- Eu como profissional não gosto de ver imagens das revistas para educadoras pelas paredes. Quando estava a visitar JI's para o Martim a coisa que mais me irritava era entrar em várias escolas e deparar-me com quadros e posters iguais em muitas delas. Retirados das revistas para educadores de infância directamente para a parede. Para mim estas revistas devem servir para oferecer ideias, que depois cada profissional interpreta e faz à sua maneira com materiais à sua escolha. Os trabalhos que estão expostos dizem muito sobre os profissionais de cada escola. Tenham em atenção aquilo que querem que seja ensinado/estimulado nos vossos filhos.

- O ideal é conseguirem conversar com outros pais e pedir-lhes os prós e contra aquela escola.

- Se tiver que fazer um grande esforço financeiro para colocar a sua criança numa determinada escola, eu pensaria duas vezes e optaria por uma IPSS ou mesmo escola privada. Se vamos andar ansiosos e stressados com o orçamento familiar é meio caminho andado para o ambiente em casa não ser harmonioso e feliz e isso é o principal para o bem estar da criança!

- Eu gosto de creches e JI grandes pequenos e familiares, mas também consigo perceber que muitas vezes é mais seguro colocar a criança em escolas maiores onde existem sempre mais funcionários. Na primeira opção, os funcionários tendem a encobrir-se mais uns aos outros mesmo quando fazem algo de errado, enquanto nas escolas grandes é mais difícil esconder algo. (fiz-me perceber).

- Também é muito importante perceber o tipo e a qualidade de alimentação que estas escolas oferecem ás crianças. Peça para visitar a cozinha, veja as ementas etc...

Estas são algumas dicas básicas que eu acho importantes na altura de procurar uma creche/JI para os nossos filhos. Mas a regra principal é ouvir o seu coração e seguir a sua intuição.
Se parece tudo perfeito, mas mesmo assim alguma coisa lhe diz que não é o sitio certo para o seu filho então é porque não é! Confie em si e nos seus instintos.



quinta-feira, 4 de maio de 2017

Sumos e águas para ajudar a perder peso



É oficial, estou um batoque!!
Os kg a mais estão instalados em mim há mais de 10 anos quando fiquei grávida do Martim.
Obviamente que já fiz outras tentativas de emagrecer, mas a maternidade deixava-me (e deixa) tão feliz e completa que não ligava muito e desvalorizei o meu excesso de peso.
Acabei por não perder os kg todos que ganhei na gravidez como ainda fui ganhando mais, resultado de uma alimentação completamente desregrada e muito doce.
Nunca me privei de comer, por exemplo, dois mil folhas seguidos, ou beber uma canequinha de leite com muito chocolate e um pacotinho de bolachas de manteiga já na cama a ver tv...óbvio que o resultado não podia ser famosos não é?!
Passados 6 anos voltei a engravidar e com a Camila vieram mais uns quantos kg a mais. Passados dois anos e meio chegou o Tomás que ainda conseguiu acrescentar mais uns quantos kilinhos principalmente na minha pança.
Esta semana decidi dar o grito do Ipiranga e começar a cuidar de mim, porque já diz o velhinho ditado que "se eu não gostar de mim, quem gostará?!".
Não vou passar a comer só uma folha de alface, não! Vou reduzir os hidratos de carbono e tentar comer mais coisas saudáveis. Não vou perder 10 kgs num mês, mas perderei o que o meu corpo conseguir sem passar fome nem fazer loucuras, porque isso já tentei e só aguento 1 dia até voltar a atacar um pão de Mafra!
Entretanto comecei a beber uns sumos dentox para ajudar a limpar o organismo.

As receitas que eu uso:

Sumo verde com espinafres
Ingredientes:
1 cenoura
1 maçã
½ limão
100 gr de melancia
8 folhas de espinafres
2 cm de gengibre
1 colher de chá de camu camu
150ml de água
Num liquidificador coloque a cenoura e a maçã (sem caroços) com casca, bem lavadas e cortadas em bocados, o limão descascado, sem pele branca e caroços, a melancia já sem caroços, os espinafres lavados, o camu camu e o gengibre descascado. Acrescente a água e triture tudo até ficar um sumo macio e homogéneo.
Sumo vermelho
Ingredientes:
1 laranja
5 morangos
6 framboesas
½ beterraba crua
Pimento vermelho q.b.
10 bagas gojis
1 colher de sopa de flocos de aveia
150ml de água
Num liquidificador coloque alaranja descascada e sem caroços, a beterraba descascada, o pimento cortado em bocados, os morangos arranjados e bem lavados, as framboesas lavadas, os gojis e a aveia. Acrescente a água e triture tudo até ficar um sumo macio e homogéneo.
Sumo verde com alface
Ingredientes:
1 maçã
1 pera
½ pepino
 ½ talo de aipo
2 folhas de alface
Salsa q.b.
1 colher de café de spirulina
150 ml de água
Num liquidificador coloque a maçã e a pera com casca, bem lavadas e sem caroços, cortadas em bocados, o pepino (sem casca) e o aipo lavados e cortados, a alface e a salsa lavadas e, por fim, a spirulina. Acrescente a água e triture tudo até ficar um sumo macio e homogéneo.

Sumo amarelo
Ingredientes:
½ banana grande
½ maçã
1 laranja
1 kiwi
2 folhas de alface
1 colher de sobremesa com sementes de girassol
150 ml de água
Num liquidificador, coloque a banana descascada e cortada em bocados, a maçã bem lavada e cortada em bocados com casca e sem caroços, a laranja descascada sem caroços, o kiwi descascado, a alface lavada e as sementes de girassol. Acrescente a água e triture tudo até obter um sumo homogéneo.
Sumo tropical
Ingredientes:
1 laranja
½ limão
100 g de abacaxi
5 morangos
½ pepino
2 cm de gengibre
150 ml de água
Num liquidificador, coloque a laranja descascada, sem caroços e cortada em bocados, o limão descascado e sem pele branca, o abacaxi descascado e cortado, os morangos lavados e arranjados, o pepino descascado e cortado aos bocados e o gengibre descascado. Acrescente a água e triture tudo até ficar um sumo homogéneo.

Água aromatizada para ajudar na perda de peso
Ingredientes: 
1,5 l de água alcalina (pH >9) ou água da torneira filtrada 3 rodelas de kiwi 3 morangos (cortar os morangos em quatro) 2 Estrelas de anis 1 colher de sobremesa de chá verde 2 malaguetas secas (cortar a meio) 1 colher de sobremesa de gengibre fresco ralado 1 colher de chá de alga agar-agar em pó (se tem problemas de tiróide fale com o seu medico/nutricionista antes de consumir agar-agar)   Coloque todos os ingredientes num jarro e junte a água. Deixe repousar durante a noite e, de manhã, coe. Beba ao longo do dia.

domingo, 30 de abril de 2017

Anel Mimosa


Hoje enquanto estava a preparar os lanches e abria um pacote de leite lembrei-me de fazer uma surpresa à Camila.
Super simples e em 5 minutos estava feito o presente!

Eu não sei se todos os pacotes com tampa de plástico têm esta protecção, os da mimosa têm ;)

Então para fazer este tipo de anéis vai precisar de:

Pacote de leite com abertura de tampa; tesoura, folha eva, canetas de feltro, cola e se tiver uma filha tão pirosa como a minha as purpurinas são sempre um extra que fica bem.


Como tinha restos de folha eva, usei estes restinhos para cortar a silhueta de uma flor e de outra cor fiz um circulo que seria depois colado no meio da silhueta.
Com as canetas de feltro desenhei uns olhinhos, uma boca e umas bochechinas.


          Colei a florzinha na protecção do leite e usei a argola de puxar como anel.
          Depois de secar uns minutinhos chamei a pirosona de serviço e ofereci-lhe esta jóia rara!
         Escusado será dizer que adorou não é? Agora só pede leite na esperança que cada vez que eu              abra um pacote ela ganhe um anel novo :) 



Helppppp....O meu filho já anda numa escola secundária!

O meu filho Martim está gigante e já entrou para o 5º ano. Se ir para o 2º ciclo já é coisinha para assustar qualquer pai, ir para...