sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

A escola da ponte *****




Sempre que ouvimos falar MUITO bem de uma escola ou de uma forma diferente de ensino, pensamos imediatamente que se trata de algo "estrangeiro".
Pois bem, para quem não sabe a Escola da Ponte é portuguesa, e foi fundada por um professor português chamado José Pacheco. Situa-se em Vila das Aves no Porto e o seu fundador continua a coordenar as "tropas" por ali.
Assistir a alguém que há mais de 40 anos a atuar em escolas que atendem alunos carentes, que não aprendem na escola "tradicional", que são vítimas da violência da comunidade de que fazem  parte etc, e ainda ter um brilho nos olhos, aquela paixão pela profissão de professor, é simplesmente tocante. Ele não nos diz nada de "novo", porém a paixão com que diz o que já sabemos, o que buscamos, mas que para ele já é realidade faz acreditar, que é possível pensar a educação de maneira totalmente diferente. 
Nesta escola não há salas de aulas, existem sim espaços heterogéneos de trabalho onde é possível encontrar um aluno do 4º ano a ajudar um do 2º ano ou um aluno do 1º ano a auxiliar um do 5ºano.
Não existe apenas um professor responsável, mas todos os alunos trabalham com todos os professores da escola a quem chamam de orientadores.
Aqui os alunos são incentivados a questionar e a procurar respostas e o trabalho é claro e objectivo e é feito primeiro individualmente, depois com os colegas e só depois com os professores.
Os resultados têm sido fantásticos e as crianças parecem de facto ser felizes ali enquanto aprendem, cada uma ao seu ritmo e tratadas com o respeito que as suas diferenças merecem.
Sou completamente fã desta escola. Mostrei ao Martim a reportagem e ele só disse "quem me dera..." e eu repito quem nos dera a todos haver mais escolas assim!!







Sem comentários:

Enviar um comentário