segunda-feira, 19 de março de 2012

Pai

Tenho um paizão.
Adoro o meu pai muito mais do que ele possa imaginar, respeito-o e acima de tudo tenho uma profunda admiração pela sua cultura, pela sua garra e determinação e sinto o maior orgulho quando penso na sua história de vida, no caminho que traçou sozinho e o levou ao sucesso. Amo-o, o meu pai é uma grande parte de mim.
Tenho um filho que também têm um paizão, não é por ser meu marido mas sinceramente não conheço melhor pai que ele. Está sempre disponivel para o filho e são os maiores cumplices e amigos.
Por estas razões o dia do pai é um dia especial para mim, porque tenho em casa o exemplo dos melhores pais que existem!

Os meninos com quem trabalho fizeram presentes para os pais, a acompanhar levaram um poema simples mas que acredito ser muito verdadeiro:

Por vezes ficas zangado
Por eu ser tão desastrado
E deixar sempre dedadas
Espalhadas por todo o lado.

Mas os dias vão passando
E eu vou crescer sem parar
E todas as minhas dedadas
Vão ser difíceis de lembrar.

Por isso aqui ficam algumas...
Apenas para conheceres
Que é esta a marca dos meus dedos
Para nunca mais te esqueceres!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Jogo da pesca - brincadeira de coordenação motora com água

O tempo pede água, e na falta de um espaço exterior com piscina inventam-se jogos que permitam os miúdos salpicarem o tudo à sua volta....