segunda-feira, 18 de maio de 2015

Pobreza infantil





Não é fácil abordar o tema da pobreza infantil com as crianças, principalmente a pobreza extrema.
Explicar que a comida que muitas vezes deixam na borda do prato faria as delicias de outros meninos, é para a maioria, uma realidade tão distante que a encaram como mito urbano.
Como mãe e educadora, é um tema que me toca e tento trabalhar da melhor forma. É por essa razão que adorei encontrar esta nova coleção de livros, "O Frigorífico da Magui".

Há muitos anos,  a autora Lois Brandt espreitou o frigorífico da sua melhor amiga e encontrou nas prateleiras quase vazias apenas um pequeno pacote de leite. A família da melhor amiga não tinha dinheiro suficiente para comprar comida.
Este episódio inspirou a autora a escrever O Frigorífico da Magui como forma de abordar o tema da fome e da pobreza infantil, um flagelo que afeta milhões de crianças em todo o mundo, não só nos países em desenvolvimento mas também nos países desenvolvidos, principalmente naqueles afetados pela crise de 2008, como Portugal.
Lois Brandt procurou com este livro chamar a atenção para a questão da pobreza infantil, bem como desenvolver iniciativas que ajudassem a transformar palavras em ações.

 
«Este livro é notável. As ilustrações luminosas e agradáveis suavizam o tema da história, ao mesmo tempo que transmitem os complicados sentimentos das personagens, como a preocupação e a vergonha. Uma forma profunda de tratar o tema da fome infantil.» - Kirkus Reviews
«Uma história que poderia ser apenas uma mensagem sobre a fome. Em vez disso é um livro sobre duas melhores amigas que cuidam uma da outra.» - Kid-Lit-Reviews.com
Vencedor do Christopher Award, em 2015, está nomeado para o Washington Children's Picture Book Award. Em 2014 foi distinguido com o Top Mighty Girl Book For Younger Readers.
.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Convites fresquinhos para "As aventuras de Tom Sawyer"

No passado sábado fomos assistir à estreia  de "As Aventuras de Tom Sawyer" um espectáculo infantil ao ar livre na Quinta da ...