terça-feira, 4 de junho de 2013

Quase...




Está a chegar o fim de mais um ano lectivo.
Para mim foi um ano maravilho. Adorei cada aula que dei (mesmo aos marmanjos do 3º e 4º ano que tentam sempre dificultar a minha missão de dar uma aula divertida e produtiva). Sinto que cresci muito, pessoal e profissionalmente.Fiz tantas actividades giras, consegui ver o olhar maravilhado dos meus alunos muitas e muitas vezes o que me deixa de coração cheio. Fui amiga e confidente, mas também recta e exigente quando as situações assim o exigiram. Trabalhei um ano inteiro quase sem material, e comprovei o velho ditado  "a necessidade aguça o engenho". Foi difícil, mas desafiador.Pintamos com espuma de barbear, em papel higiénico, fizemos construções com pacotes de leite, transformamos caixas de cereais em bonecos, desenhamos com linhas e retalhos, fizemos tapeçaria com velhos jornais e revistas , pintamos com tintas feitas de restos alimentares, fizemos uma horta com pneus e tantas outras coisas que foram preenchendo de cor as minhas aulas. Foi um ano rico em criatividade.
E foi também um ano de ensinamentos. Fiquei a acreditar que esta capacidade de se fazer muito com pouco pode ser transportada para o meu dia a dia, para a minha casa, para a minha vida.


É altura de repensar conceitos e traçar novos projectos.
Com algum friozinho na espinha e os olhos postos no caminho.
Agradecida por tudo e todos.
Dedos cruzados e fé!



1 comentário:

  1. Boa noite!
    Que bom que é ouvir falar assim de um ano letivo!!!
    Estou a torcer por ti.
    Beijocas

    ResponderEliminar

Jogo da pesca - brincadeira de coordenação motora com água

O tempo pede água, e na falta de um espaço exterior com piscina inventam-se jogos que permitam os miúdos salpicarem o tudo à sua volta....