quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

M. quer um irmão

O M. quer um irmão.
Ontem perguntou:
-"quando é que nasce o mano?"
-"Quando o pai colocar a semente na minha barriga." Respondi.
-"Então porque que ele aina não meteu?"
-"Porque o pai agora não têm tido sementes."
Foi a correr para a sala onde estava o pai.
-"Pai, podes comprar sementes? compras pai?"
Foi gargalhada geral claro!´

Têm 4 anos.
Muitos dizem que já vou tarde para lhe dar um irmão, que deveria ter tido mais cedo, que já vão fazer uma grande diferença e não seram companheiros.
Será?

14 comentários:

  1. Se ele quer com essa vontade toda, há-de ser uma grande amigo do mano ;)

    ResponderEliminar
  2. Olá, por acaso este post é especial para mim, tenho uma filhota prestes a fazer 18 meses e já estou novamente grávida de um bebé que deverá nascer em finais de Setembro, quando ela fizer os dois anos. Sempre quis ter filhos com pouca diferença de idades porque considero (e é apenas a minha opinião, claro) que é mais fácil eles se "habituarem" a terem os pais para os dois, enquanto que um filho, sozinho com os pais durante mais anos sem irmãos, habitua-se a uma atenção, a um amor, a um espaço que considerará apenas deles os três e tem muito maior consciência disso na medida em que vai ficando mais velho. Apesar de toda esta teoria, sei bem que a educação e a forma como a família se relaciona é determinante para a chegada, saudável e prazeirosa de mais um membro. Mas eu fui uma irmã mais velha muito ciumenta, por isso mesmo sou suspeita, claro! Mas acho sempre que é melhor nunca ter só um filho, ter dois ou três, para saberem alguns valores que filhos únicos nunca puderam partilhar e vivenciar.
    Ficarei a aguardar por novidades, eheh
    Beijocas nossas ;)

    ResponderEliminar
  3. Tarde?!?!?!
    Não me parece nada que 4/5/6/7 anos seja uma diferença assim tão substâncial.
    Mas é apenas a minha opinião que tenho dois filhos com 5 anos e meio de diferença.

    ResponderEliminar
  4. Mesmo que seja verdade, isso não é razão para não o ter. Um irmão, é um irmão idependentemente da companhia ou não que se faça até proque todas as crianças atravessam fases emq ue são mais próximas do que outras (tenho uma irmã com menos 2 anos do que eu e houve fases em que eu não tinha paciência para ela). Acho que o cedo ou tarde, só depende das verdadeiras razões pelas que queiras ter outro.

    beijinho!

    ResponderEliminar
  5. Tarde?
    Eu discordo, embora tenha apenas um filho, mas acho que assim aproveitou o crescimento e descobertas do primeiro filho, encaminhou-o e teve, provavelmente tempo para pensar e preparar a vinda do próximo

    ResponderEliminar
  6. não "seram", mas sim "serão".

    ResponderEliminar
  7. Adorei! Os miúdos arrancam sempre sorrisos da forma mais inesperada!

    ResponderEliminar
  8. Tenho um filho de 5 anos e uma filha de 4 meses... Tarde?? Não me parece! Eu tenho 7 anos de diferença da minha irmã e somos muito amigas! Claro que a chegada de um segundo filho foi ponderada, mas vem sempre a tempo!
    Sara

    ResponderEliminar
  9. o meu gracas a deus ainda näo comecou a pedir, näo preciso de mais "pressäo" para juntar à nossa vontade :-/
    eu tenho 7 anos de diferenca da minha irma, e acho que é muita diferenca. Tivemos alturas de ser amigas mas sempre estivemos em fases muito diferentes da vida. Mas nunce se sabe o que acontece... podem ser amigos com muitos anos de diferenca ou näo se suportarem com idades parecidas...

    ResponderEliminar
  10. tudo terá os seus prós e contras... mas no meu caso, a de 6 acompanha/adora a de 1, é super protectora e responsável (às vezes até demais) com a irmã. houve uma altura de grandes ciúmes (cerca de 3 meses), que foi mais complicada, mas nada que com paciência, conversa, compreensão e muito amor não se ultrapasse.
    uma coisa que fazemos é haver, de vez em quando, um dia só com a mais velha. a pequena vai para a escola e a grande vai connosco ao cinema, ou fazer algo que ela goste (ir a um museu, restaurante favorito almoçar...).

    ResponderEliminar
  11. ah, e a minha grande também insistia que queria ter um irmão!

    ResponderEliminar
  12. Tenho 12 anos de diferença da minha irmã e conheço quem tenha 18 e não é por isso que não nos adoramos. Houve momentos em que quase foi uma segunda mãe.
    Também conheço quem tenha apenas 1 e sejam terríveis uma com a outra!
    Para mim a única diferença é o olhar mais ternurento e maduro (:

    ResponderEliminar
  13. Olá nunca é tarde para dar um irmão aos nossos filhos, eu por exemplo tenho 3 filhos com idades bem diferentes a 1.º com 16 a 2.ª com 11 e o meu pequenino com 18 meses.

    ResponderEliminar
  14. Acho que um irmão é sempre uma espécie de dádiva, uma relação que se constrói sem que nada se lhe possa assemelhar. Talvez seja suspeita porque tenho 7 anos e nove meses de diferença da minha irmã e sempre nos adorámos e fomos companheiras. Tivemos a sorte de criarmos uma relação sempre muito próxima (talvez haja dicas que os pais possam seguir, não sei) e ela está no primeiro lugar da minha lista de amigos... tenho a certeza que também estou na dela...
    A minha experiência como mãe: os meus têm 3 anos e meio de diferença. A mais velha teve-nos só para ela durante algum tempo, mas acho que nunca é tão feliz como quando está com ele. O mais novo tem-nos como segunda "experiência", né... mais velhos, mais ponderados, mais confiantes. E teve-a a ela. Brincam imenso, estão quase sempre juntos, mas damos-lhes lugares separados e sabem-no.
    Há diferenças de idades melhores e piores? Cada vez mais penso que não... Bom bom é mesmo ter um irmão e não crescer só.
    Um beijinho e boas decisões, Rita

    ResponderEliminar

Um livro que vai fazer com que os seus filhos escrevam um livro!!!

Eu sou super suspeita como sabem. Adoro escrever, e sempre quis escrever um livro. Quando vi este livro da booksimle pensei logo em como...