segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012


Hoje enquanto varria a sala depois de termos estado a fazer moldagem com massa de sal, pedi à Matilde para se afastar e não pisar o lixo.
Matilde - " porquê? morde?"

:) são mesmo uma delicia!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Carimbos de couve

Estou tão feliz hoje,está sol, o resultado do meu trabalho está a dar frutos e....hoje é santa sexta feira protectora das educadoras desesperadas!!
Na verdade não sou uma educadora desesperada, adoro o que faço mas também preciso de confessar que adoro as sextas feiras!!
Ontem com uma couve o resultado carrimbástico foi este!:)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Casa pacote de leite

Casa pacote de leite

Quando se morre...


No outro dia o meu filho viu-me comovida a olhar com saudade para uma fotografia da minha querida avó Ju. Perguntou onde ela estava.
-"Está no céu" - respondi.
-"E como é que ela foi lá parar?"-M.
-"Quando uma pessoa morre vai para o céu e torna-se numa estrelinha que ilumina as nossas noites".
-" Ah...mas e como é que se vai lá para o céu? de avião?".

Na verdade o que lhe fazia confusão não era a ideia da morte, mas sim de como é que o corpo chegava até ao céu.
Passado uns dias, íamos no carro á noite e ele diz:
-" Mãe, mãe olha ali" - e aponta para as muitas estrelas que pintavam o céu.
-"É a avó Ju não é mamã?"
-´"Sim"- respondi sorrindo.
-" olha...e já fez tantos amigos!"

Como é simples e poético o olhar das crianças :)

M. quer um irmão

O M. quer um irmão.
Ontem perguntou:
-"quando é que nasce o mano?"
-"Quando o pai colocar a semente na minha barriga." Respondi.
-"Então porque que ele aina não meteu?"
-"Porque o pai agora não têm tido sementes."
Foi a correr para a sala onde estava o pai.
-"Pai, podes comprar sementes? compras pai?"
Foi gargalhada geral claro!´

Têm 4 anos.
Muitos dizem que já vou tarde para lhe dar um irmão, que deveria ter tido mais cedo, que já vão fazer uma grande diferença e não seram companheiros.
Será?

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Carnaval handmade II

É carnaval, estamos felizes com o sol que nos sorri e nos aquece o coração (e o resto do corpo também).
Não adoro o carnaval, mas gosto da felicidade no rosto dos miudos mascarados.
Não gosto de fantasias compradas, mas também não gosto da nova moda que reza nas escolas e jardins de infância dos dias de hoje - as educadoras escolhem um tema e todas as crianças (gostem ou não) vão vestidas de acordo.
Acho que são dias em que as criança podem e devem soltar a imaginação e serem o que quiserem!
O meu filho quis ser o Inuyacha, uma personagem de uns desenhos que dá no Panda...ninguem sabe quem é, não existe mascaras á venda mas ele queria tanto e o meu coração de mãe queria tanto fazê-lo feliz.
Assim sendo, com 4 euros comprei dois metros de feltro e uma peruca e como por magia consegui fazer uma fantasia do tal Inuyacha!
Estava igualzinho e tão, tão feliz!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Personalisar interruptores


Simples. Basta papel autocolante, tesoura e imaginação!! :)

Caixotes para que vos quero...


Eu e o pai andamos loucos com a mudança de casa. Caixas, caixinhas e caixotes por todo o lado e a vida toda empacotada,mas o M. diverte-se muito e transforma as caixas em coisas realmente fantásticas.

O que não levar nas férias...

O Martim foi de férias 15 dias com os avós. Quando cheguei a casa dos meus pais para o deixar a minha mãe perguntou: -"Só uma m...